Duas leituras

The Red Market: On the Trail of the World’s Organ Brokers, Bone Thieves, Blood Farmers, and Child Traffickers: Fazia tempo que um livro não me deixava tão enfurecido quanto esse. E não do modo como eu esperava. O autor visitou clínicas de fertilidade, entrevistou vítimas do tráfico de órgão e mexeu em sacos de ossos roubados. Ele foi morou na Índia, visitou o Chipre, trabalhou de cobaia humana. O livro tinha tudo para ser ótimo. Mas todas as páginas estão permeadas de uma ética que se resume a “quando uma pessoa mais pobre interage com uma mais rica, a primeira está sendo explorada e coagida, sempre e sem exceção”. Para Carney, a procura não cria mercados, ela cria mercados negros. Ele quer mais transparência, mas não legalização. O altruísmo é sempre considerado um ideal, mas a conclusão rejeita o conceito como irrealista. Para Carney, o mercado vermelho não tem agentes, apenas vítimas e predadores. É, em suma, o maior desperdício de pesquisa e potencial da história.

A Predator Priest (Kindle Single): Já esse é enfurecedor do modo como esperado. Um retrato excelente da falta de transparência interna e externa da Igreja Católica, corporativismo dos sacerdotes, desrespeito absoluto pelo estado de direito, preguiça, inveja, ira, gula, avareza, soberba e, obviamente, luxúria. A cobertura jornalística se concentra na negligência de bispos e cardeais, e com razão, mas esse foi um problema que cresceu de baixo para cima; esse volume ajuda a explicar por quê.

This entry was posted in Livro Não-Ficção. Bookmark the permalink.

One Response to Duas leituras

  1. Hans Ernesto says:

    Fazer faculdade chinela de Letras: preguiça

    Ser balofo: gula

    Xingar a Igreja que construiu a civilização com base em opiniões midiáticas: ira e preguiça

    Nunca pedir perdão a Deus por seus pecados: soberba

    Ler mais gibis e sites de fofocas que livros de filosofia e depois opinar sobre o assuntos elevados: negligência

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>